Transtorno do espectro do autismo – TEA – é o termo utilizado para designar um conjunto de condições típicas em indivíduos que apresentam dificuldades de interações sociais, de comunicação e distúrbios cognitivos.

Utiliza-se o termo “espectro” por existirem diferentes níveis de TEA, com alguns casos caracterizados por um grau tão baixo de comprometimento que o diagnóstico do paciente é bastante dificultado.

 

Características

O TEA em geral é manifestado pelos comportamentos repetitivos e pela dificuldade na linguagem, que começam a aparecer desde cedo na infância, até mesmo em bebês. A maior incidência ocorre no sexo masculino e alguns indícios devem ser observados com atenção:

  • Não atende quando chamado pelo nome
  • Sensibilidade auditiva
  • Não mantém contato visual
  • Possui mais interesse em objetos que pessoas

 

Diagnóstico

Ainda não se conhecem as causas específicas que determinam o aparecimento do TEA. Há indícios relacionados a fatores genéticos, como a hereditariedade, e alguns casos relacionados a condições ambientais.

Os primeiros sinais do TEA costumam ser identificados pelos pais, cuidadores, professores, pediatras, entre outros. O importante é que a observação desses sinais seja acompanhada por profissionais habilitados, como psicólogos, psiquiatras, neurologistas, para a correta definição e a instituição do tratamento adequado para auxiliar no desenvolvimento da criança.

 

Tratamento e convivência

O autismo não é caracterizado como doença e portanto não se deve falar em “cura”. O tratamento é voltado à prática de exercícios que auxiliem no desenvolvimento da comunicação e na melhora do convívio social. O acompanhamento e o tratamento adequados possibilitam que o paciente melhore e alcance qualidade de vida cada vez melhor.

É essencial que o núcleo familiar também faça o acompanhamento psicológico para contribuir com a evolução do paciente. Em geral, pessoas de convivência do dia a dia do indivíduo com TEA, como colegas da escola, têm muita dificuldade para compreender essa condição; daí a importância da divulgação e esclarecimento corretos.

 

Instituição de apoio

A Apae desenvolve atendimento e programas que apoiam pessoas com deficiências intelectuais ou múltiplas, possui amplo atendimento e está presente em todo o território nacional. Para mais informações acesse: http://apaebrasil.org.br/