Consciência desejada no momento inesperado

Desde os primeiros meses da pandemia, iniciou-se nas mídias a discussão sobre o Novo Normal, sobre como seria o pós-pandemia, como retomaríamos as atividades. Dúvidas acerca de tudo que mudou e mudará em nossas vidas daqui para a frente e, por que não, medidas que devem ser preservadas para sempre.

Os pontos mais importantes são falar sobre saúde e medidas sanitárias, sobre como devemos nos comportar, cuidar e como empresas, áreas de lazer, locais públicos e até os próprios hospitais devem se estruturar. Afinal, mesmo após a passagem deste período sabemos que estamos lidando com um vírus que pode ser letal e até o momento laboratórios estudam diversas vacinas para definir doses, se será necessário o reforço periódico, entre outras questões relacionadas. Mas o fato é que o vírus está aí e não há como nos livrar dele, mas sim nos protegermos de seus danos.

É importante refletir que apesar da repercussão negativa dessa pandemia, precisamos evidenciar tudo que nos favoreceu também, pois de certa forma estamos em constante evolução e crescimento, além da conscientização coletiva. Um desses pontos é a tecnologia; imagine esta situação ocorrendo há 20 ou 30 anos? Seria mais “Fake News” que outra coisa, não é mesmo?! E se pensarmos nessa forma de desenvolvimento, podemos considerar tudo que desenvolvemos e melhoramos na nossa saúde (alimentação, medicina, hábitos saudáveis…). Tudo isso faz parte da mudança e adaptação para se viver melhor.

No Brasil, inicialmente, fomos tomados por medidas que para nós eram novas, porém em algumas culturas já eram praticadas, como o uso das máscaras, por exemplo. No Japão esse já é um hábito adotado para quando se está doente ou com alguma alergia respiratória. Também deixar os sapatos que andaram na rua na parte externa da casa é um costume que muitas famílias brasileiras já estavam adotando, pela consciência dos riscos com vírus e bactérias no interior das casas. São práticas que são inicialmente adaptação e que posteriormente se tornam cultura social.

AS EMPRESAS

Pensando na área corporativa, neste Novo Normal vamos falar de medidas que vão nos ajudar para a vida inteira e contribuir para a conscientização das próximas gerações. É importante que as empresas estejam preparadas para retomar suas atividades, o volume de funcionários e manter a segurança sanitária do ambiente e dos colaboradores. Então, vamos aos cuidados básicos:

  • Tapetes sanitizantes na entrada para higienização dos calçados;
  • Termômetro digital para aferição da temperatura;
  • Álcool em gel a 70% nas áreas comuns;
  • Regras de distanciamento entre os colaboradores, principalmente nos refeitórios, onde não há utilização da máscara;
  • Dispor de máscaras descartáveis para possíveis necessidades dos funcionários;
  • Realizar limpeza regular das mesas e dependências após a utilização;
  • Comunicados e observação para orientação de todos.

As empresas também vêm inovando seu conceito de trabalho e ambientação do colaborador e muitas estão adotando várias modificações na forma de trabalho. O home office parcial ou integral de cargos que se desenvolveram tranquilamente a distância neste período é um exemplo. Esta ação reduz o volume de colaboradores e otimiza até na redução de alguns custos, sem contar a redução do trânsito, transportes públicos e praticidade na vida dos colaboradores, mas sempre respeitando a individualidade de cada um. 

OS COLABORADORES

Para os funcionários e visitantes, a responsabilidade é tão importante quanto a da empresa, pois é necessário garantir a própria segurança, assim como a do próximo. E ter isso em mente ajuda a zelar pelo bem-estar de todos:

  • Leve, pelo menos, três máscaras limpas para trocar durante o dia de trabalho;
  • As máscaras descartáveis têm duração reduzida, fique atento às indicações do fabricante e se a máscara ficar úmida, mesmo antes do prazo de validade, é necessário trocar.
  • Lembre-se de limpar a sua bancada pelo menos uma vez ao dia e sempre que chegar e sair do trabalho;
  • Se tiver qualquer sintoma relacionado à COVID-19, avise o seu superior e siga as regras de isolamento;
  • Lave as mãos ou utilize álcool em gel sempre que possível;
  • Para os mais cautelosos, pode-se carregar consigo um pequeno frasco spray com álcool a 70% ou um antisséptico de sua preferência, caso queira borrifar em roupas, máscaras ou superfícies não higienizadas;
  • Evite aglomeração! Sabemos que nos transportes públicos se torna difícil esta missão, nesses casos as duas dicas anteriores se tornam imprescindíveis no dia a dia;
  • Evite levar as mãos aos olhos sem antes higienizar, se passar álcool, espere secar;
  • Trocar as roupas assim que chegar em casa, antes mesmo de se sentar ou apoiar nos móveis, evitando o risco não só da COVID-19, mas inúmeros outros micro-organismos que enfrentamos diariamente.

E claro, evite exageros. O maior aliado são as máscaras higienizadas, utilizadas da maneira correta e lavar sempre as mãos. Álcool em excesso resseca a pele e pode provocar alergias, além de riscos, por ser altamente inflamável. Imagine acender o fogão ou estar perto do fogo após passar álcool em gel nas mãos? Muita atenção, principalmente com as crianças.

SAÚDE MENTAL

A pandemia e as expectativas desse Novo Normal trouxeram muitas mudanças de hábitos e comportamentos. Para muitas pessoas, o isolamento social se tornou um ambiente nocivo e sabemos o quanto isso influencia na saúde mental.

A recomendação é que todos cuidem de sua saúde como um todo, mas principalmente da saúde mental. O nosso cérebro é quem comanda todas as nossas funções e se a mente não está bem, o corpo padece.

Independentemente se você passou ou não por uma situação difícil, queremos lembrar que o acompanhamento da saúde mental com psicólogos e psiquiatras deve ser igual ao check-up médico: todos deveriam realizar periodicamente. Isso ainda não é tão comum no nosso país, mas estamos trabalhando para que faça parte do nosso Novo Normal, assim todos terão cada dia mais saúde e bem-estar em suas vidas.

Procure um médico, converse com os amigos, se abra para a família e no que precisar, conte sempre com a gente!