Você sabia que os rins realizam um trabalho de importância igual à do coração para o corpo humano? Com a sorte de atuarem em um par, esses órgãos são responsáveis pela filtragem do sangue; por isso, os hábitos de consumo nutricionais são os maiores responsáveis pelo seu bom funcionamento, além de fatores crônicos e hereditários.

Algumas doenças

Cálculo renal: Causado pelo acúmulo de cristais provenientes de algumas substâncias, como cálcio, ácido úrico e oxalato.

Doença renal crônica: Com a redução progressiva no processo de eliminação dos resíduos metabólicos desenvolve-se a insuficiência renal.

Rins policísticos: Doença hereditária com formações de múltiplos cistos nos néfrons, que pode prejudicar o processo de filtragem e produção da urina.

Câncer: Como qualquer outro órgão, os rins podem sofrer neoplasias que comprometem seu funcionamento.

Como podemos identificar se o nosso par de heróis não está funcionando bem?
  • Dor ao urinar: Pode indicar infecções no canal urinário e/ou mau funcionamento renal.
  • Cólicas no baixo ventre que se se irradiam para as costas: Podem ser causadas por cálculos renais, normalmente originadas na área abdominal e irradiam-se para as costas e a virilha.
  • Sangue na urina: É uma indicação de alguma enfermidade do sistema urinário, incluindo os rins.
  • Urina espumosa: Pode indicar excesso de proteína, ou seja, não está ocorrendo uma filtragem eficiente, o que indica baixo desempenho dos rins.

Quais são os principais cuidados recomendados?

  • Vá ao médico regularmente: Adquirir o hábito de realizar exames preventivos é importante, pois dessa forma você pratica a prevenção de problemas e não somente a resolução deles.
  • Realizar exames preventivos: Importante para acompanhar sua saúde em geral; no caso dos rins, dois exames são importantes (creatinina e urina). A creatinina mede o nível de resíduos metabólicos e pode identificar o mau funcionamento renal.
  • Hidrate-se: Manter-se hidratado garante não só o bom funcionamento do seu sistema renal, mas de todo o seu corpo; atente-se à cor da urina, que deverá ser clara, nem escura, nem transparente demais. Beba em média 2 litros de água ao dia, variando de acordo com a sua estrutura física e a prática de exercícios.
  • Alimentação saudável: A facilidade dos alimentos industrializados é um forte agressor dos hábitos de alimentação saudável. Apesar de rápidos e práticos, geralmente esses alimentos contêm muito sódio em sua composição; as consequências são rins sobrecarregados. Por isso, dê preferência a alimentos que tenham baixo teor de sódio.
  • Pratica de exercícios físicos: Trata-se de um grande aliado do bom funcionamento do corpo, como um todo. Exercícios aeróbicos e musculação combinados geram melhores resultados do que realizados separadamente, prevenindo problemas cardiorrespiratórios e renais.